TIRSO PRISCILO VALLECILLOS GARCÍA – Subway

Tirso Priscilo Vallecillos García

Tirso Priscilo Vallecillos García nasceu em 1972, no sul da Espanha, em Motril. Licenciado em Filologia e em Antropologia, atualmente reside em Sevilha onde, além de ser professor do Ensino Médio, ministra oficinas de criatividade para professores. Além de publicar textos em revistas, blogs e antologias, é autor do Libro de Cocina Tradicional Caníbal (Ediciones En Huida, 2016); Homo Pokémons (Trea, 2017); Escribir (Las Hojas del Baobad, 2017); Cartografia Urbana del Deseo (Ediciones En Huida, 2018) e Subway (Ediciones En Huida, 2015), este último objeto de nossa tradução.

Sobre o texto

Subway, publicado em 2015, é o primeiro livro de poemas de Tirso Priscilo Vallecillos García. Trata-se de uma coletânea de poemas dividida em oito capítulos ou “bairros”: El Valle, Campo de los Exploradores, Ciudad Monumental, Edificios Abandonados, Las Ruinas, Suburbios, Ciudad Perdida y Polígonos Industriales que constituem um itinerário urbano temático cujas redes estão interligadas, tais quais as linhas dos meios de transporte. Esta disposição confere à obra um caráter extremamente original, uma vez que o leitor pode percorrer a cidade através de seus poemas escolhendo a trajetória que melhor lhe convier para transitar pelos poemas como se fosse um turista. vinte e dois textos traduzidos representam cada uma das linhas dos itinerários propostos pelo autor.

Sobre as tradutoras

Ana María Díaz Ferrero, doutora em Filologia Românica pela Universidade de Granada (1996), é professora de Tradução Português-Espanhol na mesma universidade desde 1991. Tem experiência na área da Tradução e da Interpretação em: tradução da fraseo-paremiologia e didática da tradução de línguas próximas. É tradutora, em cooperação com Vasco Paulo Pereira Monteiro, do livro de poemas Granada VerSos Lisboa, publicado em Granada pela Asociación Cultural La Tertulia, em 2003, e do projeto universitário Universidad y Patrimonio em 2002. E-mail: anadiaz@ugr.es.
Rosemeire Selma Monteiro-Plantin é professora da Universidade Federal do Ceará desde 1996. Doutora em Psicolinguística, pela Universidade Federal de Santa Catarina (2001). Iniciou suas pesquisas em Fraseologia na Universidade de Granada, com bolsa da Fundação Carolina, em 2007. Foi bolsista de pós-doutorado (CAPES 2011-2012), na Universidade Paris 13, pesquisando as contribuições da Fraseologia para o ensino de línguas, para a tradução e para a elaboração de dicionários. E-mail: rosemeire.plantin@gmail.com.

Trecho da tradução

Se pudéssemos perguntar
quando se virou a ampulheta…
Um momento nunca envelheceu tanto:
dez anos, talvez vinte ou trinta.
E com cada movimento da esponja
vejo meu reflexo em tua pele
mais triste e velho. (Texto completo para download, 429KB)

Como citar esta tradução

GARCÍA, Tirso Priscilo Vallecillos. Subway. Tradução, prefácio e notas: Ana María Diaz Ferrero e Rosemeire Selma Monteiro-Plantín. Acácia – revista de tradução, Florianópolis, v. 2, n. 1, p. 391-419, 2019. ISSN 2595-3915. Disponível em: <http://www.revista-acacia.com.br/2019/01/tirso-priscilo-vallecillos-garcia>.

www.000webhost.com