GEORGE GORDON BYRON – When We Two Parted; Lines Inscribed Upon a Cup Formed From a Skull; Remind Me Not, Remind Me Not; And Thou Art Dead, As Young and Fair; She Walks in Beauty; The Destruction of Sennacherib; A Spirit Pass’d Before Me; Darkness; Prometheus; So, We’ll Go No More a Roving

George Gordon Byron

George Gordon Byron — mais conhecido como Lord Byron — foi um poeta britânico. Nasceu em Londres, 1788, e morreu em Mesolóngi, 1824, na Grécia ocidental. Amplamente reconhecido por sua lírica romântica, publicou ainda poemas narrativos com teor autobiográfico, como Childe Harold’s Pilgrimage, e satíricos, como o famoso Don Juan. Sua vida pessoal foi bastante peculiar: narcisista e aristocrático, contraiu várias dívidas, envolveu-se em inúmeros casos amorosos com jovens homens e mulheres (inclusive numa empreitada ousada sobre sua meia-irmã), autoexilou-se e viajou por toda a Europa (onde chegou a conhecer o casal de escritores Percy e Mary Shelley), criou cães de diversas raças, macacos e uma raposa no andar térreo de sua casa e lutou contra o Império Otomano pela independência da Grécia. Sua melancolia, fantasmagoria e sentimentalismo foram matéria para toda a geração ultrarromântica brasileira, tendo influenciado poetas como Álvares de Azevedo, Casimiro de Abreu, Fagundes Varela e Francisco Otaviano.

Sobre o texto

Para esta antologia mínima, são apresentados 10 dos poemas favoritos dos tradutores, selecionados a partir dos mais famosos de Byron (desconsiderando-se os épicos). As traduções são todas métricas, procurando emular o desenho rítmico do texto de partida, mas frequentemente adotando versos um pouco mais longos. Foram mantidos os padrões de rimas e o número de versos dos textos de partida. Toda a obra de Lord Byron está em domínio público.

Sobre os tradutores

C. Leonardo B. Antunes é poeta, tradutor e professor de língua e literatura grega na Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Tradutor do Édipo Tirano de Sófocles (Todavia, 2018), atualmente trabalha em uma tradução da Ilíada em decassílabos duplos. Para esta antologia, traduziu os poemas: “When we two parted”, “Lines inscribed upon a cup formed from a skull”, “She walks in beauty”, “Darkness”, “So, we’ll go no more a roving”. E-mail: leonardo.antunes@ufrgs.br.

Bruno Palavro é graduando da Licenciatura em Letras – Português e Grego na Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Pela Revista Acácia, já publicou uma tradução para poemas selecionados de Edgar Allan Poe, e atualmente desenvolve uma tradução hexamétrica para a obra poética de Hesíodo. Para esta antologia, traduziu os poemas: “Remind me not, remind me not”, “And thou art dead, as young and fair”, “The destruction of Sennacherib”, “A spirit pass’d before me”, “Prometheus”. E-mail: brunopalavro@gmail.com.

Trecho da tradução

Onde outrora, talvez, brilhasse a minha mente,
No auxílio de outras mais eu brilharei sozinho;
Tão logo, oh céus! os nossos cérebros se ausentem,
Melhor trocá-los pelo quê se não por vinho?

(Texto completo para download, 445KB)

Como citar esta tradução

BYRON, George Gordon. When We Two Parted; Lines Inscribed Upon a Cup Formed From a Skull; Remind Me Not, Remind Me Not; And Thou Art Dead, As Young and Fair; She Walks in Beauty; The Destruction of Sennacherib; A Spirit Pass‘d Before Me; Darkness; Prometheus; So, We‘ll Go No More a Roving. Tradução, prefácio e notas: C. Leonardo B. Antunes e Bruno Palavro. Acácia – revista de tradução, Florianópolis, v. 2, n. 1, p. 91-131, 2019. ISSN 2595-3915. Disponível em: <//www.revista-acacia.com.br/2019/01/george-gordon-byron>.

www.000webhost.com