MARY ANN HOARE – The Knitted Collar; The Brothers

The Irish Famine, 1845-1849, (1900). Artist: Unknown

 

Mary Ann Hoare (1818-1872), também conhecida como M.A. Hoare e Mrs. Hoare, nasceu em Monkstown no condado de Cork, na Irlanda. Contista e poeta, Mary Ann Hoare escreveu principalmente sobre os horrores do lamentável período conhecido como A Grande fome Irlandesa, que teve início em 1845 e se arrastou até 1849. Mary Ann Hoare publicava seus escritos em diversos periódicos ingleses, depois muitos desses textos eram reunidos e publicados em formato de livro.

 

Sobre o texto

Dois textos de Mary Ann Hoare foram escolhidos para tradução. O primeiro é um conto intitulado The knitted collar, publicado em Shamrock Leaves: Or, tales and sketches of Ireland (1851). O conto retrata o sofrimento de uma família em situação miserável que definhava em um país assolado pela fome após a crise da batata. No conto, uma das personagens tenta vender um colar cuidadosamente tricotado para poder comprar um pouco de comida para a família. A autora traz ainda outras personagens, de classe social mais abastada, para discutir como algumas dessas pessoas lidavam com a realidade da população que estava morrendo de fome nesse período. O segundo texto escolhido é um trecho do longo poema intitulado, The brothers publicado em The Brothers and other poems (1875), que retrata o sofrimento de uma mãe prestes a morrer de fome e que se inquieta a respeito do futuro dos dois filhos que irá deixar. Os dois textos são intimamente relacionados, inclusive é dito pela autora no início do poema que este se originou de um texto em prosa, que pode ter sido justamente The knitted collar, dada a semelhança entre eles.

 

Sobre a tradutora

Leide Daiane de Almeida Oliveira é doutoranda na área de Teoria, Crítica e História da Tradução pelo Programa de Pós-Graduação em Estudos da Tradução (PGET), da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC); Mestre em Estudos Linguísticos e Literários em Língua Inglesa pelo Programa de Pós-Graduação em Inglês, também pela UFSC (PPGI/2016). Especialista em Educação a Distância, pela Universidade do Estado da Bahia (UNEB), e graduada em Letras, com habilitação em língua inglesa, também pela UNEB (2009). E-mail: daiane.deao@gmail.com.

 

Trecho da tradução

Numa manhã sombria e triste do mês de novembro de 1846, um grupo de seres humanos em situação miserável estava reunido no sótão de uma casa velha, caindo aos pedaços, situada em uma ruela imunda e escura em uma grande cidade irlandesa. O cômodo não possuía mobília, salvo uma velha caixa vazia, uma jarra quebrada e um feixe de palha úmida, no qual estava deitado um homem pálido e cadavérico. Sua mulher e os quatro filhos estavam encolhidos no chão, perto de uma lareira apagada; seus trapos e semblantes marcados pela fome testemunhavam, sem sombra de dúvidas, o terrível extremo ao qual tinham sido reduzidos. (Texto completo para download, 630 KB)

 

HOARE, Mary Ann. The knitted collar; The brothers. Tradução, prefácio e notas: Leide Daiane de Almeida Oliveira. Acácia – revista de tradução, Florianópolis, v. 1, n. 1, p. 123-146, 2018. ISSN 2592-3915. Disponível em: <//www.revista-acacia.com.br/2018/01/mary-ann-hoare>.

000webhost logo