HORACIO QUIROGA – Las Medias de los Flamencos; La Tortuga Gigante; Historia de dos Cachorros de Coatí y de dos Cachorros de Hombre

Horacio Quiroga

 

Horacio Quiroga foi um escritor uruguaio radicado na Argentina. Nasceu em 1878 e faleceu em 1937, situando sua obra entre a declinação do modernismo e o começo das vanguardas. As tragédias marcaram a vida do escritor: seu pai morreu em um acidente de caça, seu padrasto e, posteriormente, sua primeira esposa, cometeram suicídio. Quiroga matou, acidentalmente, com um tiro, seu amigo Federico Ferrando. Foi diagnosticado com câncer no estômago, o que parece ter sido a causa que o levou ao suicídio, pondo fim aos seus dias ingerindo cianeto.

 

Sobre o texto
Os três contos traduzidos, “Las medias de los flamencos”, “La tortuga gigante” e “Historia de dos cachorros de coatí y de dos cachorros de hombre”, foram retirados do livro de contos “Cuentos de la selva”, o qual possui textos escritos para crianças, diferentemente da maioria das obras do autor. O local em que se passam as histórias é a selva de Misiones, Argentina, localizada no nordeste do país, local em que o autor viveu por grande parte de sua vida. A escolha da obra a ser traduzida, além de estar em domínio público, se deu devido ao fato de o tradutor ter vivido a maior parte da sua vida na região de fronteira com a selva missioneira.

 

Sobre o tradutor
Willian Henrique Cândido Moura é graduado em Letras: Português e Espanhol pela Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), e mestrando do Programa de Pós-graduação em Estudos da Tradução da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), em que se dedica à pesquisa em tradução audiovisual – legendagem e dublagem – de filmes espanhol/português. Trabalhou como professor de Língua Portuguesa, Língua Espanhola e Língua Inglesa, na rede pública e privada de ensino do Estado do Paraná. Tem experiência como tradutor freelancer e revisor de textos. E-mail: willianhenry_@hotmail.com.

 

Trecho da tradução

Certa vez, as cobras deram um grande baile. Convidaram as rãs e os sapos, os flamingos, os jacarés e os peixes. Os peixes, como não caminhavam, não puderam dançar; mas como o baile era na beira do rio, ficavam próximos à areia e aplaudiam com o rabo.

Os jacarés fumavam cigarros paraguaios e, para enfeitar-se bem, colocaram um colar de bananas em seus pescoços. Os sapos colaram escamas de peixes por todo o corpo e caminhavam se mexendo como se estivessem nadando. E cada vez que passavam muito sérios pela margem do rio, os peixes gritavam para eles fazendo chacota.

As rãs perfumaram todo o corpo e caminhavam em dois pés. Além disso, cada uma levava pendurado, como uma lanterna, um vaga-lume que se balançava. (Texto completo para download, 536 KB)

 

Como citar esta tradução
QUIROGA, Horacio. Las Medias de los Flamencos; La Tortuga Gigante; Historia de dos Cachorros de Coatí y de dos Cachorros de Hombre. Tradução, prefácio e notas: Willian Henrique Cândido Moura. Acácia – revista de tradução, Florianópolis, v. 1, n. 1, p. 9-57, 2018. ISSN 2595-3915. Disponível em: <//www.revista-acacia.com.br/2018/01/horacio-quiroga>.

000webhost logo